O QUE TE MOVE?

      O que te move?  Uma pergunta simples, mas convenhamos, difícil de responder.  

 

     Mas, porque respondê-la seria importante? Para que precisamos desta resposta?  Precisamos desta resposta para parar de detestar a segunda-feira, para não sofrer quando tocar a música do programa de domingo à noite, para não arranjar desculpas e parar de procrastinar as coisas.

 

 

     Quando descobrimos o que nos move nós entendemos que somos inteiramente responsáveis por tudo que ocorre na nossa vida. Seremos sempre os únicos responsáveis por tudo que ocorre e principalmente pelo que não ocorre na nossa vida.

 

 

     E se isso estiver muito claro em nossa mente, vamos entender que não devemos transferir a ninguém a responsabilidade de nos fazer felizes, realizados ou motivados. Motivação é algo intrínseco ao ser humano e não extrínseco, e por este motivo, você até poderá receber estímulos para se motivar, mas se não quiser, se não estiver aberto, não se motivará.

 

 

     Tenha claro em sua mente o que você busca, quais são seus sonhos, o que você realmente gosta de fazer, aonde almeja chegar e trace um plano para realizar isso. Saiba que muitas coisas negativas poderão ocorrer, muitas outras não sairão conforme o planejado, e em outras situações você sentirá vontade de desistir.

 

 

     Tudo isso é normal e faz parte da jornada e é enfrentando os obstáculos que aprendemos ainda mais, que nos desafiamos e nos desenvolvemos. Lembre-se que não se conquista nada por caminhos fáceis, mas nada disso fará sentido se você não responder a pergunta inicial deste texto: O que te move?

 

     Aproveite o clima de fim de ano para refletir sobre isso! ☺

Voltar

Deixe seu comentário: