Farmácia Biguaçu
A sua farmácia de confiança.
CONSTIPAÇÃO

Intestino preso e intestino preguiçoso são os nomes populares da constipação intestinal, que se refere à frequente dificuldade de defecar. É difícil classificar com precisão o que seria um bom funcionamento do intestino, pois pode variar muito do metabolismo e estilo de vida de cada pessoa. Entretanto, normalmente é considerada constipação quando há pelo menos um dos sintomas a seguir:

  • Ocorrer menos de três evacuações por semana;
  • Esvaziar o intestino apenas com muito esforço;
  • Às vezes aparentar ter a sensação de que o intestino não foi completamente esvaziado ou que há algo bloqueando o intestino.

A constipação é causada por diversas razões, as mais comuns acontecem devido à alimentação pobre em fibras, pouco consumo de água ou vida sedentária. O uso abusivo de laxativos e ignorar a vontade de evacuar em viagens também podem agravar o quadro. Nossas emoções controlam muito nosso corpo físico, por isso o nosso estado emocional também pode afetar no funcionamento do intestino.

Para melhorar os sintomas pode ser adicionado na dieta um maior consumo de alimentos ricos em fibras ou que estimule o intestino, como mamão, banana, psyllium, iogurte ou abacate. Além de aumentar o consumo de água ao longo do dia e praticar mais exercícios fiscos, como uma caminhada diária por exemplo. Alternativa que também possa ajudar é a suplementação com fibras, pré-bióticos e probióticos. Porém, é importantíssimo lembrar que aumentar o consumo de fibras sem não ingerir mais líquidos pode piorar o quadro clínico, pois as fezes podem ficar ainda mais secas, o que intensifica a constipação podendo até mesmo ferir a região anal.

Vimos que constipação não é só a falta de ir ao banheiro por dias e que há muitas alternativas para fazer o intestino funcionar melhor. Entretanto, o ideal é saber primeiro o que causa isto em seu corpo antes de procurar os tratamentos disponíveis. E é sempre importante procurar um profissional da saúde para te ajudar a tratar deste caso.

Voltar

Deixe seu comentário: